Quando morre uma virgem, nasce uma estrela no céu (letra e cena)

Numa estrada de terra e sem dinheiro, os palhaços de circo, pai e filho, cantam…

Trombada (canta):

Quando morre uma virgem
Nasce uma estrela no céu
Minha noiva morreu de panarício
Eu corri na janela pra ver o céu
Meu Deus, que decepção!
Estava escuro como breu…

Marreco (canta):

Triste história é a minha
Tive um filho com minha madastra
Meu irmão de meu pai ficou sendo
Irmão de meu filho sim senhor
Cunhado da própria mãe
e meu pai ficou sendo
Corno avô

Trombada (canta):

Corno avô é a puta que pariu!

 

Comente

comentários